facebook-domain-verification=u5ubljf03il3ylus3oks0c9pgjd5xu

Coronavírus e Cirurgia Plástica: o que fazer para se proteger?

Atualizado: Abr 7


Sim, estarmos mais calmos também previne rugas, mesmo sem Cirurgia Plástica. Apesar de todo o sensacionalismo, é fundamental saber que, na maior parte das vezes, a doença causada pelo COVID-19 tem manifestação leve, ou seja, em 80% dos casos a evolução é ligeira e benigna. Algumas pessoas vão com certeza entrar em contacto com o vírus e apresentar sintomas compatíveis com uma gripe dita “comum”, outras podem ser assintomáticas (nem se vão dar conta); por fim, todos iremos desenvolver anticorpos, ou seja, imunidade contra o vírus. Os casos graves que evoluem com complicações geralmente ocorrem em idosos e pessoas que apresentam co-morbilidades, ou seja, doenças cardiovasculares, pressão arterial alta, diabetes ou tabagismo (TNC PERET, 2020)

Para percebermos melhor o processo, primeiro temos que compreender que os doentes que evoluem para um estado grave, fazem-no devido a uma reação exagerada do sistema imunológico, a que chamamos de "tempestade de citocinas" (Huaxia, 2020). As citocinas são um grupo de glicoproteínas que actuam na resposta imune, unindo-se aos receptores das membranas celulares para transmitir informações. A produção de altas concentrações de citocinas graças à inflamação, induzem a produção de mais citocinas pelas células imunológicas, ou seja, entramos num ciclo vicioso. Nesta fase, a resposta imune não se abranda, pelo contrário, mantém-se e excede os limites do desejável. É este mecanismo que explica a doença como tão perigosa, com uma rápida evolução. Neste contexto, além de antivíricos, torna-se importante o uso de substâncias que fortaleçam o nosso sistema imune e que regulem a sua resposta (imunomoduladores), inibindo uma reacção inflamatória excessiva.

Portanto para prevenir a doença e conter a progressão da mesma, além dos cuidados de higiene já amiúde conhecidos (lavar as mãos!!), do isolamento social, do uso de máscaras (sobretudo se tivermos de sair de casa), a conquista dum equilíbrio físico e mental de forma a diminuirmos a inflamação e fortalecer o nosso sistema imune torna-se um pilar fundamental.


Gengibre, sumo de limão, sumo de laranja, legumes de folha verde, própolis (a parte nobre do mel) constituem boosts anti-oxidantes que potenciam o nosso sistema imune, segundo a nossa super Nutricionista Anti-Aging Drª Ana Pinto (marque consulta online aqui). No entanto, tendo em conta as limitações inerentes a impossibilidade de realizarmos compras diárias no supermercado, alguns suplementos alimentares de qualidade podem potenciar e ajudar o nosso sistema imune.



A vitamina C, por exemplo, de preferência de acção retardada, não só constitui um elo fundamental na estrutura do colagénio fundamental à saúde da pele e articulações, como também apresenta uma conhecida capacidade antioxidante e acção antivírica nomeadamente nas infecções das vias respiratórias, inclusive por coronavírus (Hemilä, H, 2003).



Outra combinação muito interessante que potencia a protecção celular enquanto estimula o sistema imunitário é o Immune Renew (vencedor do prémio Vity Awards), uma mistura patenteada de beta-glucanos (oito cogumelos), entre eles extracto de raíz de Astragalus membranaceous com conhecida acção anti-vírica.

Para quem prefere acção mais lata num produto bebível, a Jalea INMUNO da Herbora® é um suplemento alimentar à base de geleia real liofilizada, complementado com shiitake, reishi, vitamina C, lactoferrina e zinco. Foi especialmente desenvolvida para favorecer o correto funcionamento do sistema imunitário: reforça as defesas do organismo, auxilia a recuperação em estados de convalescença e protege as células contra os danos oxidativos.


A maior parte do nosso sistema imune concentra-se no trato gastrointestinal (70%). Deste modo, uma flora intestinal saudável é chave na nossa defesa em relação ao exterior. O Probiotic Defense é composto por 13 cepas bacterianas activas (mistura de probióticos numa base de alimentos fermentados) e prebióticos. Esta fórmula lactovegetariana, melhora a função gastrointestinal, melhora sintomas como a azia, enfartamento, gases e reforça o nosso sistema imune.

A alteração radical dos padrões sociais e dos hábitos de rotina, pode apresentar-se como um importante factor de stress. Associado ao pânico, pode alterar a qualidade do sono, e com ele provocar desequilíbrios do nosso cortisol, uma conhecida hormona de stress. O cortisol está paralelamente relacionado com a função imune. Sob stress crónico, o cortisol pode ser “overproduced”, resultando em ganho de peso e dificuldade em gerir os níveis saudáveis de açúcar no sangue, com acumulação de gordura na área abdominal – a conhecida “gordura tóxica”, fortemente relacionada com o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Super Cortisol Support contém ervas adaptogénicas como a ashwagandha, rodhiola e relora®, combinadas com outras substancias como crómio, o ácido corosólico, chá verde entre outras que combinadas ajudam o organismo a controlar os efeitos negativos do stress, tais como a deposição excessiva de gordura abdominal, o excesso de apetite, e baixos níveis de energia.

Se for o sono o principal culpado, o Sleep ( extracto de raíz de Valeriana e Lúpulo) apresenta acção sedativa, relaxante, anti-espasmódica e hipotensiva, combatendo as perturbações do sono, a agitação e a ansiedade. Ao ser enriquecido com GABA (neurotransmissor produzido no cérebro) – alivia a ansiedade e a tensão. Outra excelente opção é a Melatonina Complex, um suplemento à base de melatonina de libertação prolongada, enriquecida com co-factores: niacinamida, vit B6 e magnésio. A melatonina é um hormônio produzida pelo nosso corpo e é responsável pela regulação do sono (ciclo circadiano de sono-vigília), além de ser um potente anti-oxidante. A nossa produção endógena de melatonina diminui naturalmente com o envelhecimento, e o stress continuado acaba por prejudicar ainda mais a produção de melatonina.

A melhor parte? Esses suplementos não provocam dependência, ao contrário das benzodiazepinas, além de constituir uma fórmula vegetariana isenta de glúten ou alérgenos.

Finalmente, mas não menos importante (quiçá mais): a nossa mente. É claro que, cada um, deve tentar encontrar as suas melhores armas anti-stress. No entanto, veja o cenário a partir do prisma mais favorável: esta pode ser uma oportunidade para realizar uma introspecção, compreender o passado, trabalhar o presente e projectar a melhor versão de si num futuro breve.


No conforto do seu lar, saiba que pode contar com ajuda profissional, nomeadamente através de consultas online com as nossas reconhecidas Psicólogas Drª Filipa Jardim da Silva e Drª Débora Bento (marque aqui). Pode projectar finalmente cuidar de si primeiro, da sua pele ou cabelo (o nosso Dermatologista Dr. Diogo Forjaz também disponibiliza consultas online). Portanto: poupe, invista em si e planeie aquela rinoplastia, mamoplastia de aumento ou lipoaspiração com que sempre sonhou (a Drª Sofia Santareno da Cirurgia Plástica pode esclarece-lo/a sobre rinoplastia, mamoplastia, lipoaspiração e até faz simulações online 3D aqui).



Porque neste espectáculo que é a vida, estamos apenas no intervalo entre actos. E no 2º acto, merece estar no seu melhor (inspire-se aqui).

265 visualizações

Fale connosco!

Politica de Privacidade | Utilização de Cookies | Livro de Reclamações

Copyright @ 2020. THE DR PURE. Todos os direitos reservados. 

facebook-domain-verification=u5ubljf03il3ylus3oks0c9pgjd5xu