Mastopexia (Simples ou com Implantes)

Trata-se dum procedimento de cirurgia plástica que permite levantar a mama quando esta está descaída à custa de excesso de pele (envelhecimento, gravidez ou perda drástica de peso). Esta técnica levanta as mamas flácidas e reposiciona o mamilo na sua correcta localização, melhorando a forma e tamanho da mama, com restauro de maior equilíbrio e juventude. Pode ser realizada isoladamente ou em combinação com próteses de mama ou até transferência de gordura, caso a paciente procure levantar a mama e aumentar no mesmo tempo o volume. É muito procurada pelas mulheres no período de pós-amamentação, em que a maminha ficou “um saquinho de café”.

Idealmente, as pacientes que se consideram boas candidatas para este procedimento não fumam, e têm um peso estável.

Há casos de pacientes que pensam precisar duma mastopexia com implantes por terem uma mama descaída à custa de excesso de pele e excesso de mama; nesses casos a melhor solução poderá ser uma mamoplastia de redução, em que além da redução da quantidade de pele, é também reduzido parte do volume da mama, o que ajuda a que ela não descaia.

 

É uma técnica realizada com anestesia geral, pela segurança da paciente, que é sempre a nossa prioridade.

Antes e Depois
Mastopexia Vertical com Proteses Natomicas 250
Mastopexia Vertical com Proteses Natomicas 250

press to zoom
Mastopexia com Incisao T e Proteses 330
Mastopexia com Incisao T e Proteses 330

press to zoom
Mastopexia Periareolar com proteses 280
Mastopexia Periareolar com proteses 280

press to zoom
Mastopexia Vertical com Proteses Natomicas 250
Mastopexia Vertical com Proteses Natomicas 250

press to zoom
1/5
F.A.Q.s

Quais os prós e os contras de fazer uma mastopexia com implantes?    

        

Prós

 

  • Realizar os dois procedimentos simultaneamente permite-lhe poupar tempo tanto na cirurgia como na recuperação;

  • O custo é inferior, uma vez que paga  apenas uma vez pela anestesia, equipa e sala de bloco operatório;

  • Evita o risco de realizar anestesia para duas cirurgias separadas.

  

​Contras

 

  • Ainda que o custo total pelos dois procedimentos seja menor do que realizá-los em 2 cirurgias separadas (uma de mastopexia e outra de aumento das mamas com próteses), o valor unitário é superior a uma mastopexia simples, pois incluem-se as próteses;

  • Os resultados nem sempre são permanentes, uma vez que a flacidez dos tecidos pode ocorrer devido ao envelhecimento ou alterações de peso;

  • A fim de evitar recidiva deste procedimento, a Drª Sofia Santareno pode aconselhar uma prótese mamária mais leve do que a normal (as B-Lite, cerca de 33% mais leves), permitindo alcançar o resultado desejado sem fazer tanto peso nos tecidos; muitas vezes utiliza ainda o sistema de soutien interno, permitindo sustentar os tecidos que foram re-arranjados numa mastopexia simples caso a pele seja flácida ou sustentar a prótese caso tenha sido utilizada.

Como se deve preparar para uma mastopexia?     

        

Antes da cirurgia, terá uma consulta com a nossa cirurgiã, Drª Sofia Santareno. A primeira consulta pode ser realizada online (marque aqui), após o upload de fotos no nosso simulador 3D Crisalix (faça a sua simulação grátis online). Na 1ª consulta a Drª Sofia Santareno tem em atenção as expectativas e objectivos da paciente, é realizada a história clínica (com identificação de possíveis factores de risco e pedido de exames complementares de diagnóstico), são esclarecidas todas as dúvidas, discutidos prós e contras, e a Drª Sofia Santareno realiza ainda a simulação virtual da cirurgia. Os exames pedidos são, habitualmente uma ecografia mamária (até aos 35 anos) ou mamografia (após os 35 anos), análises de sangue e, em alguns casos, Rx de Tórax e Electrocardiograma.

 

Na segunda consulta, obrigatoriamente física, caso não tenha sido realizada a consulta online, todos os passos menciados acima são realizados, além do  exame físico (medidas da parede torácica e das mamas) e a documentação fotográfica em estúdio profissional. Nesta consulta presencial, a Drª Sofia Santareno  discute com cada paciente qual o melhor plano adaptado ao formato do corpo, às preferências pessoais (localização da cicatriz, formato e volume da mama, necessidade de próteses ou não). No caso de necessitar de próteses, esclarece os prós e contras das mesmas próteses.

Entretanto, é definido um plano cirúrgico, nomeadamente o tipo de mastopexia a realizar e se será ou não associada a próteses. São dadas as recomendações do pré-operatório e é assinado o consentimento informado. A reserva da data ocorre mediante sinalização (saiba mais aqui).

Todas as pacientes são avaliadas em consulta de Anestesiologia, antes da cirurgia, com o Dr. Duarte Rosado. A segurança dos nossos pacientes é o nosso foco.

 

Na semana anterior à cirurgia, não deve consumir:

  • Chá verde ou outras infusões;

  • Gengibre;

  • Alho;

  • Suplementos;

  • Aspirina;

  • Brufen (em caso de dores, deve preferir paracetamol).

 

É fundamental que partilhe com a equipa médica, sem omissão, toda a medicação ou suplementos que faz habitualmente.

 

Nos 2 dias anteriores à cirurgia deve:

  • Realizar o rastreio da COVID-19 por PCR (será contactada com a marcação directa; este custo não está incluído no orçamento da cirurgia; vão entregar-lhe uma esponja com clorohexidrina - sabão cirúrgico);

  • Beber sumo de laranja fresco;

  • Evitar carnes e comidas gordurosas.

 

Na véspera da cirurgia deve:

  • Beber sumo de laranja fresco;

  • Tomar banho com a esponja de clorohexidrina;

  • Hidratar-se bem;

  • Garantir o funcionamento do trânsito intestinal;

  • Fazer jejum para líquidos e sólidos de 6 horas.

 

No dia da cirurgia deve:

  • Dirigir-se ao hospital 1:30h antes da hora prevista;

  • Fazer-se acompanhar de todos os exames médicos realizados;

  • Deixar um contacto dum familiar/acompanhante (que não poderá entrar no hospital, à excepção do caso das crianças com direito a 1 pai/mãe acompanhante mediante realização de rastreio COVID-19 por PCR).

O que acontece durante uma mastopexia (lifting das mamas)?  

        

A cirurgia de lifting da mama começa com uma incisão ao redor do mamilo; pode limitar-se a esta zona quando o mamilo só precisa subir 1-2cm, mas caso necessite de subir mais pode estender-se da parte inferior da aréola até ao sulco da mama (incisão vertical) ou até mesmo ao longo de todo o sulco da mama (incisão horizontal).  A decisão baseia-se no exame físico realizado pela Drª Sofia Santareno.

Em seguida, a Drª Sofia Santareno, levanta e remodela o tecido, removendo qualquer pele flácida a mais. Em algum casos, são colocadas próteses tendo em conta as expectativas da paciente. Caso as condições dos tecidos locais assim peçam, poderá ser necessário colocar um soutien interno.

É também possível no mesmo procedimento diminuir o diâmetro das areolas, centraliza-las, encurtar o mamilo ou até mesmo tratar um mamilo invertido.

A cirurgia tem uma duração aproximada de 2 horas, e costuma ser realizada em ambulatório, isto é, terá alta no próprio dia. No entanto, só poderá sair após ordem médica e acompanhada, devendo garantir que tem acompanhante em casa durante essa noite.

Quais os tipos de mastopexia possíveis?    

        

Os tipos de mastopexia simples são:

  • Meia Lua ou crescente – incisão à volta da parte de cima da areola; é uma técnica utilizada para corrigir flacidez minor ou para pequenos ajustes na forma do mamilo;

  • Periareolar ou Benelli (Donut) - incisão círcular dupla à volta da aréola; este procedimento é usado para situações em que se pretende reduzir o tamanho da areola ou subir pouco o mamilo, até 2 cm;

  • Lolipop (chupa-chupa) – incisão à volta da aréola e incisão vertical desde a areola até ao sulco da mama;

  • Àncora ou T invertido – incisão à volta da areola, incisão vertical até ao sulco mamário e incisão ao longo do sulco infra-mamário; esta técnica é ideal para situações de grande flacidez ou após perda significativa de peso.

 

Qualquer uma destas técnicas pode associar-se a implantes de mama caso seja necessário melhorar o volume da mama.

Realizar mastopexia com implantes é seguro?  

        

Sim, uma mastopexia com implantes é considerado um procedimento seguro. Os riscos da utilização de implantes incluem contratura capsular (endurecimento do tecido ao redor do implante), assimetria, queda da mama com o tempo, lesões dos mamilos ou aréolas e eventual futura dificuldade com a amamentação.

Embora não seja necessariamente arriscado, não está recomendada a realização  desta cirurgia se você estiver grávida ou a amamentar ou se planeia fazê-lo em breve. As mamas podem mudar drasticamente durante a gravidez e a amamentação, logo, a Dr.ª Sofia Santareno aconselha aguardar pelo menos seis meses após terminar a amamentação.

O que esperar da recuperação?    

 

As suas mamas ficarão protegidas por pensos e por um soutien cirúrgico (para melhorar o supor e diminuir o inchaço). Pode ser necessária a utilização duma faixa torácica. Caso fique com drenos, eles são removidos após 3 dias em média (no máximo aos 7 dias). A Drª Sofia Santareno aconselha a utilização de soutien cirúrgico de dia e de noite se possível até às 6 semanas e idealmente soutien desportivo à noite para sempre de forma a maximizar e prolongar os resultados.

A dor pode durar até cinco dias, com algum inchaço, hematoma e rigidez que podem persistir por algumas semanas. A maioria das pessoas regressa ao trabalho em apenas uma semana; no entanto actividades mais vigorosas como corrida e vida íntima estão aconselhadas às 3 semanas. Poderá voltar a levantar pesos às 6 semanas. Quando a mastoxia incluiu próteses ou transferência de gordura, a recuperação pode ser um pouco mais demorada.

Durante os primeiros dias deve dormir com a cabeceira mais elevada e se possível dormir de costas até às 6 semanas. A Drª Sofia Santareno aconselha a utilização duma almofada de viagem para ajudar no posicionamento. Deve manter esta posição caso tenha sido associada transferência de gordura ou no caso de associação com implante, deve dormir de barriga para baixo a partir das 6 semanas, para garantir que os tecidos cedem e a cápsula que envolve a mama fica mais flexível.

Após alcançar o resultado, quanto tempo ele durará?  

 

Após uma mastopexia (lifting de mama), a diferença é fantástica e imediata logo no pós operatório, embora os tecidos assentem e estabilizem apenas ao final de alguns meses. A maior parte do resultado é alcançado ao final de 3-4 meses, e o resultado total ao final e 1 ano. A mastopexia é um procedimento permanente. No entanto, as suas mamas vão continuar a envelhecer, pelo que muitas pacientes optam por uma cirurgia de revisão ao final de cerca de 10 anos. No caso das mastopexias associadas a próteses, pode ser necessário rever as próteses, de preferência com a(o) mesma(o) cirurgiã(o) uma vez que conhece os sítios mais seguros com base na cirurgia que realizou previamente.

Pode amamentar após uma mastopexia?

 

Há casos de mastopexias isoladas sem próteses com incisão a volta do mamilo que podem permitir amamentar, ainda que possam estar associadas a menor produção de leite, e à outras em que a amamentação pode ser mais difícil. Depende muito da técnica empregue. É um tema que merece discussão em consulta com a Drª Sofia Santareno.

Qual o preço de uma mastopexia?  

O custo médio de uma mastopexia varia entre 4500 e 6500 euros. O custo varia com o cirurgião, a complexidade da técnica, o tipo de prótese utilizado (se aplicável), a localização do consultório, a segurança e condições onde é realizada a cirurgia e a necessidade de anestesia geral. Os nossos pacientes são avaliados e seguidos na nossa clínica The DR PURE Clinic em Lisboa ou em Évora e operados no bloco operatório da CLISA, Reboleira, uma unidade acreditada do grupo Lusíadas Saúde.

Todas as consultas e pensos são realizados na nossa clínica The Dr Pure Clinic.

O preço do pacote inclui:

  • A consulta de avaliação pré operatória por Cirurgia Plástica e Anestesiologia (obrigatórias) e pela nossa equipa de Psicologia e de Nutrição (se aplicável);

  • A cirurgia, as próteses (se aplicável), a sala do bloco, toda a equipa cirúrgica (4 enfermeiros, 2 cirurgiões, 1 anestesista), a equipa hospitalar, o recobro, os fármacos utilizados no hospital;

  • A roupa pós-operatória;

  • Os pensos;

  • A primeira drenagem linfática pelo nosso enfermeiro linfoterapeuta;

  • O acompanhamento médico em consulta de Cirurgia Plástica até aos 2 meses de pós-operatório.

O meu seguro pode comparticipar um lifting de mama? 

A mastopexia da mama é considerada uma cirurgia estética e como tal não é comparticipada por seguros.

A The Dr Pure Clinic oferece facilidades de pagamento?  

Tentamos sempre adequar os pagamentos às possibilidades e conforto financeiros dos nossos pacientes.

 

Pode entrar em contacto connosco a fim de conseguirmos encontrar a melhor solução para si, sem juros.